A atuação do psicólogo na assistência social: algumas reeflexões

Maria Cecília Kerches Menezes, Claudia regonha Suster

Resumo


Este estudo refere-se a uma pesquisa qualitativa, que possibilitou conhecer as concepções dos psicólogos frente as estratégias utilizadas pelo poder público para se adequar as normativas da Política Nacional de Assistência Social. Nessa perspectiva, os psicólogos, contratados por uma entidade social para desenvolver atividades socioeducativas, tiveram suas funções modificadas, sem preparo prévio, passando a integrar as equipes técnicas dos Centros de Referência da Assistência Social. Pode-se constatar que a participação dos profissionais nas decisões intrinsecamente ligadas à sua atuação lhes é negada, configurando um cenário opressor e de submissão. Nesse sentido, para a consolidação de um Estado democrático há de se pensar nas contradições evidenciadas nesses espaços de proteção social.


Palavras-chave


Assistência Social; Psicólogo; Trabalho.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1984-1213

ISSN 2318-5589

Qualis B4